FAA para aliviar as restrições a bordo de eletrônicos em breve

Nós temos tudo estado lá, sentado na pista, instalado no avião com um monte de estranhos. Nós sub-repticiamente de verificação de e-mail ou no Google+, escondendo nossas vidas digitais longe dos comissários de bordo. Take-off, em breve, sabemos que não podemos ter nossos aparelhos durante esse tempo.

Ele nunca fez sentido, mas temos cumprido com a solicitação para executar nossos dispositivos ou tê-los em modo de avião. De acordo com o Wall Street Journal, que pode mudar em breve. A FAA disse que a coleção do grupo consultivo que tem aconselhou-os a reconsiderar a posição atual sobre o uso de dispositivos eletrônicos no avião.

Atualmente, precisamos chegar a 10.000 pés antes de adquirir a capacidade de usar os dispositivos. Com o avanço da eletrônica de consumidor ao longo dos anos, essas regras são agora considerados “indefensável” pela equipe. Um relatório preparado pela equipe faz com que alguns pontos interessantes, bem como alguns dos destaques das recomendações para os consumidores.

Embora os detalhes não estão disponíveis para desmarcar a FAA vai ter que vir para cima com as políticas relativas à aviônicos durante todas as fases de voo. Alguns dispositivos com baixa atividade celular, tais como e-dispositivos de leitura podem estar disponíveis durante toda a viagem. Também é preocupar-se sem a ação do FCC, as companhias aéreas podem acabar fazendo suas próprias regras, diferindo um do outro.

Pesquisas recentes, juntamente com o painel consultivo, resultou em um fato importante quando se discute eletrônicos nos voos. Parece que cerca de um terço dos passageiros a deixar dispositivos durante a decolagem ou pouso. Se isto é correto, então a mudança já tenha acontecido em algum nível, e não há nenhum mal nisso.

Os tempos mudaram e a FCC não. A política de atualização é necessária, e em atraso.

NotíciasFonte: Wall Street Journal comentários ler comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *